O Mundo Amanhã – Julian Assange entrevista (1º temporada)

Episódio 1Assange entrevista Sayyed Hassan Nasrallah
(publicado em 3/10/2012, pela Agência Pública).

“Você lutou contra a hegemonia dos Estados Unidos. Alá ou a noção de Deus não é o máximo superpoder?”, pergunta Julian Assange ao secretário-geral do Hezbollah. A pergunta, que soa ainda mais provocativa em tempos de protestos no Oriente Médio contra o vídeo que satirizava o profeta Maomé, resume a postura do criador do WikiLeaks na primeira — e polêmica — entrevista da série “O Mundo Amanhã”.

 

Episódio 2Assange entrevista Slavoj Žižek  e David Horowitz 

(publicado em 10/10/2012, pela Agência Pública).

O intelectual superstar Slavoj Žižek foi um dissidente na Iugoslávia do ditador Tito e concorreu na eleição presidencial da Eslovênia nos anos 90. Notório provocador reconhecido mundialmente, se descreve como leninista e admirador da herança judaico-cristã da Europa. Já David Horowitz é um soldado linha dura do pensamento político conservador americano — e um sionista sem o menor pudor. Nos anos 60 e 70, foi uma liderança de esquerda na universidade californiana de Berkeley. Depois de colaborar com os Panteras Negras, começou seu caminho sem volta para a direita. Hoje, seu instituto faz campanhas contra influências islâmicas e de esquerda na mídia, na academia e na política. Encontro polêmico!

 

Episódio 3Assange entrevista Moncef Marzouki
(publicado em 17/10/2012, pela Agência Pública).

Presidente da República da Tunísia, Moncef Marzouki é um médico formado e foi opositor de longa data do ditador Zine El-Abidine Ben Ali. No início da década de 1990 sua voz opositora a Ben Ali o levou à prisão pelas mãos do regime. Ele fundou o Comitê Nacional em Defesa dos Prisioneiros de Consciência e foi presidente da Comissão Árabe de Direitos Humanos. Perseguido e assediado, Marzouki deixou a Tunísia para exilar-se na França. Junto com outros exilados tunisianos, fundou e presidiu o partido político Congresso pela República.

 

Episódio 4Assange entrevista Nabeel Raja  e Alaa Abd El-Fattah
(publicado em 24/10/2012, pela Agência Pública).

No quarto episódio da série, Julian Assange entrevista Alaa Abd El-Fattah e Nabeel Rajab, lideranças importantes da Primavera Árabe no Egito e no Bahrein.


 

Episódio 5Assange entrevista Moazzam Begg  e Asim Quresh
(publicado em 31/10/2012, pela Agência Pública). 

No quinto episódio da série, Julian Assange entrevista Moazzam Begg, ex-detento de Guantánamo, e Asim Qureshi, advogado que largou o mundo corporativo para lutar contra os abusos da guerra ao terror


 

Episódio 6Assange entrevista Rafael Corrêa
(publicado em 7/12/2012, pela Agência Pública). 

No sexto episódio da série, Julian Assange entrevista o presidente do Equador, Rafael Correa, que recentemente concedeu asilo político ao fundador do WikiLeaks

 

Episódio 7 e 8 – Assange reunido com seus companheiros Andy Muller Maguhn, Jeremie Zimmerman e Jacob Appelbaum, ciberativistas que lutam pela liberdade na internet.

(publicado em 22/11/2012, pela Agência Pública).

A entrevista está dividida em duas partes. A primeira parte fala um tanto sobre os desafios técnicos colocados pelo furto do governo a dados pessoais, a importância do ativismo na web e a democratização da tecnologia de criptografia. Na segunda, os destaques são a arquitetura da internet, a liberdade de expressão e as consequências da luta por novas políticas na web. Mais informações sobre os vídeos neste post do BaixaCultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *